Centenário em…

Milão. Sábado 30 de maio, o setor Paulinas Editorial Livros de Milão organizou uma peregrinação a Alba, em particular à casa em que nasceu ir. Tecla Merlo, a Castagnito, e na de pe. Tiago Alberione, em San Lorenzo de Fossano. A iniciativa en volveu as irmãs da redação, os colaboradores e suas famílias, alguns autores e ilustradores que publicam com as Paulinas. Todos os colaboradores expressaram grande reconhecimento pela oportunidade oferecida, que lhes lhes permitiu conhecer mais de perto o carisma paulino, descobrir aspectos desconhecidos do nosso apostolado,  concedendo-lhs enriquecimento espiritual e humano.
 
                           
 
Como. Muitos sacerdotes, amigos, colaboradores e parentes das Filhas de São Paulo, domingo, dia 14 de junho, lotaram a catedral de Como para celebrar com as Paulinas o Centenário de fundação. Na homilia, o bispo da diocese de Como, dom Diego Coletti, testemunhou que, nos dias muitas vezes difíceis, deixa tudo o que está fazendo e vai até à livraria das Paulinas, onde encontra um ambiente bonito, rico de propostas, de novos conteúdos, mas sobretudo, onde encontra muito acolhimento, cordialidade, amizade. E complementa: «Tudo isso aquece o coração». Lendo Mi protendo in avanti, fico impressionado com a inquietude do Bem-aventurado Tiago Alberione de querer chegar às pessoas que não conhecem Jesus Cristo. A partir disso, auguro a nós, Paulinas, olhar para a frente, procurando todos os meios para multiplicar o bem, para «fazer a caridade da verdade».
 
Ferrara. «A serviço de uma cultura que nasce da fé»: dessa forma, domingo, dia 14 de junho, dom Luigi Negri, arcebispo da diocese de Ferrara-Comacchio, na solene celebração eucarística na Catedral de Ferrara, descreveu a missão das Paulinas segundo a intuição do Bem-aventurado Tiago Alberione. Cem anos de vida e 75 de presença em Ferrara para comunicar a beleza do Evangelho: lembrou a todos na breve introdução à celebração, ir.  Daniela Cau, superiora da comunidade. Depois da celebração de agradecimento na Catedral, animada pelo alegre canto do coro do Comunhão e Libertação, um pequeno coquetel, em clima de família foi oferecido aos muitos amigos, na antiga sacristia ao pé da torre monumental. A alegria simples de todos os participantes, a oração feita ao Senhor e os augúrios finais do arcebispo abriram o caminho para um renovado empenho apostólico nas comunicações sociais, paramaior floresicmento da cultura do povo cristão.
 
Messina. Na antiga igreja bizantina de Santa Maria do Graffeo, com uma festiva e solene celebração eucarística, presidida pelo arcebispo, dom Calogero La Piana, as Paulinas louvaram e agradeceram ao Senhor pelos cem anos da Congregação, juntamente com sacerdotes, diáconos, seminaristas, irmãs da Reggio Calabria, irmãos paulinos de Catania, membros da Família Paulina, colaboradores e muitos amigos. Esse evento concluiu as 13 iniciativas pelo centenário da Família Paulina, iniciadas em 18 de maio de 2014, e todas realizadas em estreita colaboração entre a diocese e seus vários segmentos pastorais (catequético, pastoral da juventude, comunicações socizais, USMI – CISM – CIIS). Na homilia, o arcebispo lembrou que as Filhas de São Paulo foram pensadas por Deus como portadoras da caridade na verdade. O seu augúrio é o de que  entrem sempre mais nesse projeto para permitir a todos conhecer o Evangelho e fazer experiência de Cristo, que é o único Caminho, Verdade e Vida.
 
Udine. No dia 15 de junho, a comunidade das Filhas de São paulo abriram as portas para viver uma tarde de festa e de comunhão. Estavam presentes: membros da Família Paulina, amigos e os colaboradores com suas famílias. Depois de uma palestra, enriquecida com imagens, feita por pe. Ampelio Crema, ssp, sobre o significado de um centenário e a beleza de ser «Casa», como era chamada a Família Paulina nos inícios de sua história, todos participaram de uma celebração eucarística de agradecimento, muito participada, e de um jantar com muita fraternidade e alegria.